quinta-feira, 8 de maio de 2014

Poesia - Magia


Ensine-me esta coisa que chamam de magia
Verei este mundo em sua companhia
Mostre-me a fórmula ou como agia
Não há tempo, você saberia.

Qual o nome daquela rara flor?
Que resiste tão facilmente ao calor
Diga-me o nome daquela que vive pura,
Não há tempo, preciso da cura.

Qual o nome daquela solidão?
Qual o segredo dessa poção?
Diga-me o que passa por esse coração
E eu poderei cantar contigo,

Aquela canção.