quinta-feira, 22 de maio de 2014

Poesia - Um gole de chá


Um gole de chá
E uma rima
Isso ainda me anima?
Sim, ainda.

Um gole de chá
E um pensamento
Eu ainda me lamento?
Não, é apenas o momento.

Um gole de chá
E um lembrete
O que quero matar
Com um porrete?

Um gole de chá
E um quadro
O que é provado
Neste quadrado?

Um gole de chá
E um suspiro
O que há
De tão comprimido?

Um gole de chá
E um urso
O que assusta
Além do sussurro?

Um gole de chá
E um medo
Para onde vai
Com tanto desespero?

Um gole de chá
E um sonho
Me diga,
Do que disponho?

Um gole de chá
E uma flor
Para onde vai
Com tanta dor?

Um gole de chá
E uma cor
Porque
Esse sabor?

Um gole de chá
E um aquário
O que escondo
No armário?

Acabou-se o chá
Acabou-se a rima
Acabou-se o que me anima.