quinta-feira, 8 de maio de 2014

Poesia - Tempo





Passa tempo, passa hora e eu não me esqueço de pensar.
Passa tempo, tempo passa, só não vejo ele passar.
Passa tempo, passa hora e logo está na hora de acordar.
Passa tempo, passa lento, passa, passa e parece não passar.
Vem a vida, e passa o tempo, o tempo não para, para esperar a vida passar.
Passa tempo, passa hora, e eu tento enxergar.
Passa tempo, passa hora e eu não aguento mais! Será que não da para parar de passar?
Não, não dá responde o tempo, eu vou continuar a passar.
Passa tempo, passa momento, passam até mesmo os sentimentos, ficam lembranças, memórias para si, nada, mais nada, e o tempo não vai parar para esperar você relembrar.
Relembrar o que? Pergunta a criança. Relembrar o passado. Responde a mãe. Mas mãe, se eu relembrar o passado, como vou viver o presente? Como terei mais memórias para relembrar? Questiona a criança. Calma pequena, pequena criança, isso tu és, não podes negar! As memórias são para se acumular. Relembrar, só quando e se, você tiver tempo para nisso pensar.